Governo vai rever tabela do frete após pressão de representantes do agronegócio

Por Marco Eusébio
07/06/2018 08:15 Política
Ilustração/Reprodução
Ilustração/Reprodução

O governo vai rever a tabela de preços mínimos dos fretes rodoviários reivindicada pelos caminhoneiros em greve, que entrou em vigor em 30 de maio. A decisão, diz O Estado de S.Paulo, foi tomada terça (05) após pressão de representantes do agronegócio. Levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) aponta que, com os valores fixados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), os fretes de grãos subiriam entre 35% e 150%. Antes, as negociações eram feitas caso a caso. O ministro Valter Casimiro, dos Transportes, afirmou que a tabela passará por consulta pública. Os caminhoneiros não gostaram. "Se essa tabela cair, vai ter uma greve pior que a última", disse o representante do Comando Nacional do Transporte, Ivar Luiz Schmidt, informa o Estadão.

Fonte: Da coluna Entrelinhas da Notícia / Artigo de responsabilidade do autor / Capital News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Tribuna de imprensa.