Enquetes e sondagens de opinião para Eleições 2018 já estão proibidas

Conforme o TSE, esse tipo de levantamento deve ser punido com pagamento de multa
22/07/2018 06:08 Política
Urnas voltam à cena em 7 de outubro, data do primeiro turno das Eleições 2018. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Urnas voltam à cena em 7 de outubro, data do primeiro turno das Eleições 2018. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

A realização de enquetes e sondagens sobre as Eleições 2018 está proibida desde sexta-feira (dia 20). Resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) define como enquete ou sondagem “a pesquisa de opinião pública que não obedeça às disposições legais e às determinações previstas” na própria norma. Ou seja, são levantamentos que não atendem a requisitos formais e a rigores científicos.

Conforme o tribunal, esse tipo de levantamento deve ser punido com o pagamento de multa, independentemente da menção ao fato de não se tratar de pesquisa eleitoral.

Enquanto a pesquisa deve seguir os rigores dos procedimentos científicos, a enquete apenas faz sondagem da opinião dos eleitores sem atender aos requisitos formais, como segmentação dos entrevistados, metodologia, valor e origem dos recursos despendidos no trabalho.

Nestas Eleições, serão eleitos presidente, senadores, governador e deputados federais e estaduais. O primeiro turno acontece no dia 7 de outubro. 

Fonte: Aline dos Santos / Campo Grandes News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Tribuna de imprensa.