Catástrofe meteorológica deixa 224 mortos e 17 desaparecidos no Japão

Mais de 55 mil homens, entre membros do exército, polícia e bombeiros foram enviados pelo governo para ajudar no resgate e deslocamento das vítimas
17/07/2018 08:36 Mundo
© REUTERS/Issei Kato
© REUTERS/Issei Kato

As chuvas torrenciais que castigam as províncias na região oeste do Japão nos últimos dias, já fizeram 224 mortos e 14 desaparecidos, segundo o último relatório divulgado pelo governo do país.

As fortes chuvas que começaram no dia 6 de julho atingiram principalmente as províncias de Ehime, Okayama e Hiroshima. Mais de 55 mil homens, entre membros do exército, polícia e bombeiros foram enviados pelo governo para ajudar no resgate e deslocamento das vítimas, segundo a agência Efe.

Além das vítimas, as inundações provacadas pelas chuvas danificaram dezenas de milhares de moradias e deixaram mais de 200 mil japoneses sem fornecimento de água por mais de uma semana.

O terreno rochoso do Japão, além das moradias do país serem predominantemente de madeira, e as vezes construídas em locais íngremes e encostas, foram um agravante nos danos causados pelas inundações. Segundo divulgado pelo 'G1', esta é a pior catástrofe meteorológica no país desde 1982.

 

Fonte: Notícias ao Minuto

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Tribuna de imprensa.