Internas da UNEI Estrela do Amanhã participam de roda de conversa sobre prevenção da gravidez na adolescência

05/02/2020 16:55 Cidades
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Campo Grande (MS) – A Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres prossegue com as ações da Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência e no início desta semana realizou roda de conversa na Unidade Educacional de Internação (UNEI) Estrela do Amanhã, em Campo Grande, com o objetivo de levar informações sobre a prevenção da gravidez na adolescência.

A Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, foi instituída pela Lei nº 13.798, que acrescenta ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) o Art. 8º-A, que estabelece o dia 1º de fevereiro para início da Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência.

“Em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, durante essa primeira semana de fevereiro estamos desenvolvendo atividades de cunho preventivo e educativo sobre prevenção da gravidez na adolescência. Tendo em vista que a gravidez na adolescência é a grande causa de abandono dos estudos e projetos de vida”, ressalta a subsecretária Estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Giovana Correa.

 

Dados do Ministério da Saúde mostram a queda do número de gravidez na adolescência nos últimos 20 anos. De 2000 a 2018, caiu em 40% a gestação de adolescentes de 15 a 19 anos. Mas no caso de menores de 15 anos a redução foi menor, 27%. A taxa brasileira é de 68 nascimentos para cada 1000 mulheres adolescentes, superior à média mundial e da América Latina.

Segundo a estudante de medicina Isabela Chacarosque, que conduziu a roda de conversa, a ação foi fundamental para sanar dúvidas das adolescentes e propiciou um bate papo enriquecedor. “Visto que a gravidez na adolescência é uma adversidade social no Brasil, verifica-se a importância de políticas públicas que discorrem sobre a mesma. Dessa maneira, experiências como a participação na roda de conversa com as meninas da UNEI, torna-se uma experiência enriquecedora no que tange o compartilhamento de vida e de informações”, afirma.

Ressaltando que o SUS oferece métodos de planejamento familiar e proteção contra infecções sexualmente transmissíveis, para ter acesso basta procurar uma unidade de saúde.

 

 Jaqueline Hahn Tente – Secretaria Especial de Cidadania (Secid)

Foto: Divulgação

Fonte: Governo MS

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Tribuna de imprensa.